Dom, 15 de Setembro de 2019

APERTEM OS CINTOS O PILOTO, OPPSS !!!, O “LUCRO SUMIU”

O sinal vermelho se acendeu na empresa “TRAGÉDIA A VISTA” quando um cliente MUITO insatisfeito postou a seguinte mensagem em redes sociais na internet:

CLIENTE MUITO INSATISFEITO

…vai aí um recado para a direção da Tragédia a Vista, coloquem etiquetas nas embalagens dizendo que “se o produto funcionar direito, avise o fabricante…”

Não bastasse o péssimo resultado financeiro do ano anterior, agora vinham os clientes botando a boca no trombone.

Que fase ! ! !

A reunião para tratar dos assuntos LUCRO = ZERO + INSATISFAÇÃO MÁXIMA DOS CLIENTES seguia acalorada, quando alguém constatou que algumas atividades da empresa tinham sido deixadas para trás. Havia algumas que, há mais de uma década, tinham sido interrompidas.

QUAIS ? ? ? Quis imediatamente saber o Sr. Tragenildo, diretor presidente.

Aí, vários participantes começaram a se lembrar e, dentre outras, citaram as atividades que quase tinham “desaparecido” na companhia:

- pesquisas sobre a satisfação dos clientes

- planejamento da qualidade

- revisões dos projetos dos produtos

- validações dos processos produtivos

- aprimoramento da competência do pessoal

- controle estatístico de processos

- processo de melhoria contínua.

“Ahhh…Eu Sabia! Então, tem um montão de gente sem fazer nada nesta empresa.” Disse Tragenildo.

“De forma alguma.” Retrucou sr. Contratildo, diretor de RH.

“O pessoal que ficou ocioso foi transferido ou, ao menos, foi dar uma força em outras atividades que aumentaram muito na companhia! ” Disse Contratildo.

E, com a ajuda dos outros participantes, foram sendo lembrados os trabalhos que tiveram um brutal acréscimo, demandando muito esforço do pessoal.

O primeiro tópico foi unânime, muitos agora dedicavam-se exclusivamente, como era o caso dos advogados da empresa, inclusive os recém contratados, nos:

TRATAMENTOS DAS RECLAMAÇÕES DOS CLIENTES, principalmente das ações judiciais movidas contra a “Tragédia a Vista”.

E a lista se completou com tópicos como:

-tratamento de recalls

-retrabalho de produtos defeituosos

-realização de ações corretivas

-reinspeções (em muitos casos de 200%)

NUUUSSA!!!” Exclamou Tragenildo.

“Ainda bem que o lucro foi somente ZERO. Tínhamos tudo para ter fechado o ano com um baita prejú!”

Foi neste exato instante, e todo orgulhoso, que Mr. Books da Contabilidade arrematou:

“Sorte que conseguimos aumentar em 20% o valor de comercialização dos nossos produtos sem conserto, vendidos como sucata. Senão…, oh!”

Todos se entreolharam cabisbaixos muito preocupados, mas saíram correndo da sala de reuniões para imediatamente colocarem mãos-a-obra, ao lerem um enorme outdoor que acabara de ser colocado no terreno bem ao lado da “Tragédia a Vista.”

Nele estava grafado:

BLEVE AQUI

INSTALAÇÕES DA EMPLESA

“SEU PLINCIPAL CONCOLENTE OLIENTAL”

 

 

 

Sem comentários.

Comentar Postagem


9 + 4 =